Contabilidade: A Engrenagem da Economia

Você que trabalha em outros setores, já parou para pensar na contabilidade? E você contabilista/contador, já pensou também na importância de seu trabalho? Nós da contabilidade somos responsáveis pelas engrenagens da economia; Ouvimos dizer que contador trabalha com o passado, e fato é que sem passado não existiria o presente e nem futuro. Sem nossa profissão, não existiria, por exemplo, a folha de pagamento!

Através do trabalho do departamento de pessoal, bilhões de pessoas que dependem de renda assalariada recebem seus vencimentos, e com esses vencimentos, movimentam a economia; Esse mesmo departamento é responsável por garantir a esses trabalhadores seus direitos, convenções coletivas, INSS, FGTS, IRPF, e tudo isso movimenta a economia. Além disso, através do trabalho do departamento fiscal, são escrituradas todas essas movimentações, entradas (compras) saídas (vendas). Os profissionais ligados a esta área da contabilidade são os responsáveis por apurar impostos e garantir que todas as obrigações legais estão sendo cumpridas. O recolhimento desses impostos, operações de compra x venda também movimentam a economia.

(mais…)

Você sabe o que é um Decore? Está precisando de um?


Em primeiro lugar, DECORE significa Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos. Assista abaixo um vídeo que fizemos para você sobre o DECORE:

Para fins de fiscalização, toda a documentação enviada por meio do DECORE fica sob responsabilidade do CRC por até cinco anos.

Após o envio da declaração, não é possível que ela seja retificada ou cancelada. Assim, em caso de dados enviados incorretamente (por parte do cliente ou do contador), a única alternativa é indicar uma “justificativa de erro”, que fica disponível para consulta no caso de ser conferido o código verificador no site do CRC, e que desta forma, anula o efeito. Neste tipo de situação, pode-se emitir uma nova DECORE, com as informações corretas, não esquecendo que o contador deverá proceder a anulação do efeito da que foi emitida erroneamente.

O DECORE é um registro importante ao declarante e ao profissional de contabilidade responsável pela emissão.

Agora, veja uma lista de documentos que fundamentam a emissão do DECORE:

(mais…)

INSTITUIÇÃO DE NOVO PAGAMENTO INCENTIVADO

 

Foi publicado no Diário Oficial de Minas Gerais, de 30 de agosto de 2019, o Decreto n.º 47.703/2019 alterando o Decreto nº 46.817/2015, que dispõe sobre o Programa REGULARIZE, que estabelece procedimentos para pagamento incentivado de débitos tributários.

O Decreto em referência estabeleceu, no âmbito do Regularize, o Parcelamento Específico, destinado ao sujeito passivo que não dispuser de condições econômico-financeiras para o adimplemento do crédito tributário nos termos do Parcelamento Sumário.

O Parcelamento Específico será concedido pelo prazo máximo de 180 (cento e oitenta) meses e poderá ter parcelas:

  • definidas em função de percentual fixo da receita bruta média do sujeito passivo auferida no exercício anterior e
  • variáveis, em se tratando de sujeito passivo cuja atividade e receita estejam submetidas a fatores sazonais.

A concessão de parcelamento específico por prazo superior a 120 (cento e vinte) meses fica condicionada ao oferecimento de garantia real, fiança bancária ou seguro garantia.

Serão instituídas comissões no âmbito da Advocacia-Geral do Estado e da Secretaria de Estado de Fazenda que decidirão sobre a concessão de parcelamento específico relativo a débito inscrito e não inscrito em dívida ativa, respectivamente.

(mais…)

Relação entre chefe e funcionário: como lidar?

Muitas vezes, passamos mais tempo na empresa e em contato com colegas de trabalho do que com nossa própria família. As longas jornadas de trabalho em espaços pequenos acabam transformando os colegas de trabalho em amigos pessoais. Isso não é exatamente um problema, desde que não interfira na rotina e no andamento dos processos.

É muito melhor ter um amigo trabalhando ao lado do que um simples colega, mas quando a relação é entre chefe e funcionário, é preciso ter alguns cuidados. Em primeiro lugar, veja na imagem abaixo onde trazemos algumas cinco dicas se você for amigo de seu chefe ou amigo de seu funcionário:

(mais…)

4 dicas para tornar uma reunião mais produtiva

Com certeza alguma vez em sua vida você já participou de uma reunião inútil, não é mesmo? Reuniões são muito importantes algumas vezes, mas também, podem em muitos casos se tornarem uma grande perda de tempo. Pensando nisso, eis 4 dicas simples para melhorar as reuniões de trabalho:

Nós aqui na Dimensão Contábil procuramos maximizar a eficiência de nossas reuniões sempre que possível.

É fácil uma reunião se perder quando não há clareza nos tópicos a serem discutidos, por isso, ter pautas bem definidas é extremamente importante.

Além ter bem definido sobre o que deve ser discutido, é interessante também a forma como isso será apresentado. Apresentações em Power Point com textos enormes só causam sono e tornam as reuniões tediosas e mal aproveitadas. Use sua criatividade para cativar e interessar as pessoas em sua reunião. Quanto mais interessante, maior será o retorno.

(mais…)

Celebridades formadas em contabilidade!

É normal que algumas pessoas escolham uma carreira diferente de sua formação original não é mesmo? Pensando nisso, e dando continuidade ao que publicamos em nosso Instagram, resolvemos trazer até vocês algumas pessoas famosas que estudaram contabilidade! Vamos a elas:

Silvio Santos

Começamos nossa lista com o apresentador e empresário Silvio Santos. Silvio se formou como técnico em contabilidade pela escola técnica de comércio Amaro Cavalcante muito antes de se tornar o dono do SBT.

Marino Salvador

Estreando em 2004 na novela “Cabocla”, interpretando o personagem Tobias, Marino Salvador é um ator brasileiro que se formou em ciências contábeis na Universidade Federal do Amazonas.

(mais…)

Motorista de aplicativo agora é integrado a profissões do MEI

Hoje, dia 8 de agosto de 2019, o CGSN (Comitê Gestor do Simples Nacional) publicou no Diário Oficial da União a Resolução 148 que torna a profissão de Motorista de Aplicativo Independente passível de aplicação a condição de Microempreendedor Individual (MEI) que só em 2018, contou com mais de 8,1 milhões de cadastros, de acordo com o Portal do Empreendedor.

Optando pela MEI, o profissional contribui com o INSS a alíquota de 5% sobre o valor do salário mínimo, além do ISS para o município, no caso de atividades de prestação de serviços e transporte municipal.

(mais…)

Qual o foco da sua empresa?

Abrir o próprio negócio é o sonho de muitos brasileiros. Quando finalmente abrem as portas, esperam que a sua empresa um dia esteja entre as maiores do ramo ou que pelo menos tudo o que esperavam aconteça.

Quando um cliente busca seu produto ou serviço, está claro o que você oferece? Ou talvez por causa de tempos difíceis, você foi obrigado a oferecer mais coisas que não tem relação direta com seu plano de negócios inicial?

Veja abaixo uma famosa imagem da internet:

(mais…)

Calendário do Saque do FGTS

Foi publicada, no DOU de 06.08.2019, a Circular Caixa n° 868/2019 que estabelece os procedimentos para o saque de até R$ 500,00 por conta vinculada do FGTS, nos termos da Medida Provisória n° 889/2019.

Sem prejuízo das demais modalidades de saque previstas na Lei n° 8.036/90, o trabalhador poderá efetuar um saque, no valor de até R$ 500,00, para cada conta vinculada do FGTS, observado o saldo existente.

O trabalhador que possuir conta poupança junto à Caixa terá os valores creditados automaticamente de acordo com o cronograma.

(mais…)

VOCÊ SABIA QUE A CRISE É IMPORTANTE PARA AS EMPRESAS E PROFISSIONAIS?

Crise importante? Sim, importante! Somente tendo uma crise é que as pessoas e a indústria tem oportunidade de fazer mudanças, de preferência, positivas.

Veja abaixo três exemplos distintos para uma possível crise:

Exemplo A: A empresa e os profissionais estão preparados para a crise. Foram feitas análises de mercado e um plano para um cenário estável, pessimista e otimista. Se a crise vier, todos saberão como operar em momentos decisivos.

Exemplo B: A empresa fez alguma preparação para a possível crise, mas não quer fazer cortes imediatos. Opta pela redução de alguns custos e desperdícios, reavalia negócios e contratos e busca melhorias atrás de uma eficiência melhor e mais vantajosa. Assim, a empresa sai da crise mais bem preparada e competitiva.

Exemplo C: A gestão da empresa é pega despreparada e continua sem um plano de ação a médio longo prazo. São feitos vários cortes e demissões sem planejamento e não há investimento em marketing. Invariavelmente a empresa não sai do vermelho e por fim vai à falência.

O que fazer então num momento de crise?

(mais…)